Destaques

segunda-feira, 22 de julho de 2013

A revelação do Lobo Mau

Chamam-me de Lobo e dizem que sou mau.
Mau? Só se for maldito

Pela estrada a fora eu sou o mito,
assusto os outros e provoco gritos,
Mas o que ninguém entende,
é como eu sofro com meus sentidos.

Meus olhos podem ser grandes,
mas você é monumental!
Com seu sorriso de menina,
como posso ser o tal?

Minhas orelhas são grandes
e fora do normal.
Como então ? Pergunto eu,
ignoro essa voz tão angelical!

Se eu digo que minha boca é enorme,
e vou lhe devorar,
A verdade e que apenas quero te beijar,

Mulher com jeito de menina,
Que anda sempre a cantar,
A verdade sobre mim,
É que sempre quis te namorar.

(Elias Souza Ribeiro) - Inspirado num trabalho que fiz com Márcia Borges

Nenhum comentário:

Postar um comentário